Petição, protestos e mais programação

Posted by – 18/08/2008

Parece que um pessoal vai aproveitar que o Senador Azeredo estará em Porto Alegre para entregar-lhe uma versão impressa da petição que está rolando online. Na dificuldade de encontrar os autores da petição para pedir-lhes uma cópia do banco de dados (somente os autores têm acesso aos dados brutos), me perguntarm se eu conseguiria uma solução…

Bem, eu respondi o que eu sempre respondo… “Está na Internet? Publicamente? Então é possível.”. Aproveitei alguns minutos ociosos e rodei um script para pegar as informações (obviamente em Ruby). O bichinho ficou tão bom que resolvi rodá-lo a cada 30 minutos, mantendo um banco de dados “paralelo” do que está online… A saída dele deixo disponível aqui… Vai que outras pessoas precisam também:

veto2008.csv.gz – Arquivo compactado CSV com os dados da petição na seguinte ordem: número da assinatura, nome, cidade/estado, e comentario.

veto2008.marshal.gz – Para os programadores Ruby, este é um arquivo compactado com um Hash serializado no seguinte formato:

hash[numero_da_assinatura] = { :nome => "nome_do_individuo",
                               :cidade => "cidade_e_estado",
                               :comentario => "comentario" }
 
# Para desserializar (precisa descompactar antes...)
hash = Marshal.load(File.read('veto2008.marshal'))

3 Comments on Petição, protestos e mais programação

  1. spectra says:

    Legal. Eu não uso Twitter, mas vou repassar para o pessoal que ele pode ser mais facilmente encontrado lá. (Na real, eles jah devem ter lido aqui… 🙂 ).

  2. João Sérgio says:

    tenho conversado bastante com o Caribé(que colocou a petição no ar) via twitter. http://twitter.com/caribe.Ele até me adicionou como autor no blog que ele criou paras falar do assunto http://petitiononline.com/veto2008

  3. João Sérgio says:

    O blog que ele criou é http://xocensura.wordpress.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *